Os dois integrantes da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) atingidos pelo deslizamento de terra na região do Morro do Baú, em Santa Catarina, durante uma operação de resgate no fim da tarde de ontem, não correm risco de morte. De acordo com informações da Defesa Civil, divulgadas na manhã de hoje, o bombeiro Milton Pitan, do Rio Grande do Sul, está com ferimentos graves e continua na Unidade de Terapia Intensiva do hospital Marieta Bornhausen, em Itajaí.

Porém seu quadro é considerado estável, sem risco de morte.

O segundo bombeiro, soldado Vieira, também do Rio Grande do Sul, foi ferido e encaminhado ao posto avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, em Luis Alves, para receber o primeiro atendimento. Ele sofreu uma luxação no ombro e passa bem. Outros seis integrantes sofreram escoriações leves e também foram atendidos no posto de Luis Alves. Na mesma operação, pelo menos duas pessoas morreram - uma mulher e uma menina de 12 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.