Bolsão de água atrapalha trânsito na Linha Amarela no sentido Barra da Tijuca

O motorista que segue em direção à Barra da Tijuca na manhã desta quarta-feira deve evitar a Linha Amarela. A concessionária Lamsa informa que o trânsito está muito lento desde o primeiro túnel até a Avenida Ayrton Senna, onde um bolsão de água na altura da Vila do Pan impede a passagem de veículos.

iG Rio de Janeiro |


Arte iG

Técnicos da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos já estão drenando o bolsão de água na Avenida Ayrton Senna. De acordo com o secretário municipal de Conservação, Carlos Roberto Osório, quatro caminhões especiais, do tipo Vacol, estão fazendo a sucção e o despejo da água na Lagoa de Jacarepaguá. O trabalho, no entanto, está lento porque o nível da lagoa está acima do normal.

Para minimizar o congestionamento, a prefeitura montou um desvio sobre o canteiro central da Ayrton Senna e implantou uma faixa reversível na pista da via em direção a Jacarepaguá. Apesar desses esforços, ainda há um longo congestinonamento na região.

No sentido centro da Linha Amarela, o trânsito segue sem retenções. Em Jacarepaguá, a Estrada Miguel Salazar Mendes de Morais está com trânsito lento e retenções na altura da Rua Pintor Leandro Joaquim, na Cidade de Deus, por causa da queda de uma árvore agora há pouco.

Equipes da Prefeitura já estão no local, trabalhando para desobstruir a pista. A CET-Rio pede aos motoristas que evitem trafegar pelo local, optando por caminhos alternativos.

Na Ponte Rio-Niterói, o trânsito segue intenso, mas sem retenções em ambos os sentidos. O panorama é o mesmo na Linha Vermelha e na Avenida Brasil. Nos túneis Rebouças, Zuzu Angel e Santa Bárbara, o tráfego também não apresenta problemas.

De acordo com a CET-Rio, os motoristas que saem do Túnel Rebouças em direção à Gávea devem utilizar o Jardim Botânico, evitando a Lagoa Rodrigo de Freitas. Em direção ao Rebouças, o motorista deve utilizar a Avenida Epitácio Pessoa, que está liberada, com duas faixas interditadas no sentido Ipanema.

Na Lagoa, há alagamentos na altura do Jockey Club e do Corte de Cantagalo. As vias que seguem interditadas são: Grota Funda, Estrada Grajaú-Jacarepaguá, Avenida Borges de Medeiros, Avenida Niemeyer, Alto da Boa Vista.

AE
Funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) trabalham para retirar uma árvore que caiu na esquina das ruas Paulo Barreto e Voluntários da Pátria, no bairro de Botafogo

Funcionários da Comlurb trabalham para retirar árvore no bairro de Botafogo

Dia de caos

Na terça-feira,  Rio de Janeiro viveu um dia de caos. Foram registradas mais de 100 mortes, sendo a maioria vítimas de deslizamento de terra, e 202 pessoas ficaram feridas após uma forte chuva que atingiu o Estado.

As aulas foram suspensas, serviços públicos tiveram o expediente cancelado, o aeroporto Santos Dumont ficou fechado durante boa parte da manhã e empresas cancelaram a venda de bilhetes com destino para o Rio.

Esta é considerada a pior chuva já vista no Rio de Janeiro . Em 24 horas, o número de mortos superou o registrado nos quatro meses de verão em São Paulo.


Leia também:

Dramas e relatos

    Leia tudo sobre: chuvachuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG