Três bolivianos foram presos hoje sob suspeita de manter compatriotas em regime de trabalho escravo em uma confecção no Bom Retiro, bairro na região central de São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que os detidos responsáveis pela confecção forçavam 15 pessoas a trabalhar 17 horas por dia, em média.

Eles foram presos em três apartamentos de um edifício na Rua Afonso Pena, por agentes da 3ª Delegacia Sobre Infrações do Meio Ambiente e Relações do Trabalho, do Departamento de Polícia de Proteção à Cidadania (DPPC)

A polícia investiga se a confecção colocava etiquetas falsas de grifes famosas nas roupas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.