hálito etílico do deputado Carli Filho - Brasil - iG" /

Boletim dos bombeiros aponta hálito etílico do deputado Carli Filho

O boletim de atendimento do deputado estadual paranaense Fernando Ribas Carli Filho (PSB), feito pelo Corpo de Bombeiros, aponta que o parlamentar apresentava hálito etílico no momento do acidente em que morreram duas pessoas, na semana passada, em Curitiba.

Agência Estado |

Divulgação
Carli Filho segue internado
Cópia do documento foi apresentado pela TV Paranaense, retransmissora da Rede Globo. O Hospital Evangélico de Curitiba informou que recebeu somente nesta quarta-feira o pedido da Polícia Civil, remetido ontem, para fazer exame do índice de álcool no sangue. O hospital adiantou que está rastreando para ver se ainda há sangue do deputado no sistema para realizar o exame.

O advogado da família de um dos mortos no acidente protocolou pedido de cassação do mandato do parlamentar na Assembleia Legislativa. Mesmo com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por excesso de multas, Carli Filho se envolveu no acidente que deixou dois mortos na madrugada de quinta-feira. No domingo, ele foi transferido para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e está internado na Unidade de Terapia Semi-Intensiva.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado do Paraná informou que a colisão aconteceu em uma esquina, quando o veículo dirigido pelo deputado se chocou contra um carro. Os dois ocupantes do automóvel atingido pelo veículo do parlamentar, Gilmar Rafael Souza Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20 anos, morreram no local.

A Secretaria de Segurança Pública do Paraná informou que duas testemunhas teriam presenciado o acidente. Uma delas estaria trafegando atrás do Honda Fit e a outra mora na esquina onde ocorreu o choque entre os veículos. Também foram ouvidos pela polícia o dono do restaurante e os garçons que serviram o deputado momentos antes da colisão.

Quanto a uma suposta velocidade alta sendo marcada no velocímetro do veículo no momento da colisão, os responsáveis pelo caso dizem que, até o momento, não há testemunhas que afirmem isso.

A Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) instaurou inquérito para investigar as causas do acidente. Mas pelo fato do deputado possuir foro privilegiado, o inquerito foi encaminhado ao Tribunal de Justiça do Estado.

Deputado que causou acidente tem 30 multas

Leia também:

Leia mais sobre: acidente de trânsito - deputado Carli Filho

    Leia tudo sobre: carli filho

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG