BNDES concede primeiro financiamento direto à concessionária do metrô do Rio

RIO DE JANEIRO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai apoiar com financiamento no valor de R$ 34,3 milhões a melhoria da estrutura operacional da concessionária do metrô do Rio de Janeiro, a Metrô Rio. Esse é o primeiro financiamento direto do banco à empresa, informou a assessoria de imprensa do BNDES. O investimento total do projeto é de R$ 55,5 milhões.

Agência Brasil |

O contrato de financiamento foi assinado ontem (7). O projeto será realizado em 12 meses e vai viabilizar a implantação do sistema único de bilhetagem do metrô, com a substituição dos atuais sistemas de controle de tráfego usados nas linhas 1 e 2.

Serão feitos também investimentos em tecnologia da informação, manutenção, engenharia de tráfego. A atual frota de 182 carros, que permite a formação de 33 trens, será modernizada, elevando em 2,84% a capacidade de transporte de passageiros no sistema global do metrô carioca, estimada hoje em torno de 550 mil pessoas/dia.

A concessionária Metrô Rio foi criada em 1998. Em abril daquele ano, a empresa passou a operar o transporte metroviário de passageiros. A concessão foi dada pelo prazo de 20 anos, renováveis por igual período.

O apoio do BNDES ao governo fluminense para o metrô do Rio de Janeiro teve início em 1982. Desde então, o banco já aprovou para o projeto um total superior a R$ 1,5 bilhão.

A etapa em andamento é a extensão da linha 1 até o Bairro de Ipanema, na zona sul da capital. A obra está orçada em R$ 308 milhões, dos quais 80% serão financiados pelo BNDES e 20% serão a contrapartida do governo do estado.

    Leia tudo sobre: metrô

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG