As sete pessoas que eram tidas como desaparecidas após as enchentes em Blumenau, Santa Catarina, foram localizadas em abrigos montados em vários pontos da cidade, segundo levantamento feito pelas autoridades catarinenses e enviado hoje à Coordenadoria de Defesa Civil Estadual. Portanto, oficialmente, não há mais vítimas desaparecidas em Blumenau.

A recomendação das autoridades agora é contabilizar desaparecidos somente quando parentes registrarem boletim de ocorrência nas delegacias. Já em Ilhota, o número de desaparecidos subiu de 14 para 21.

A mudança ocorreu depois que pessoas desalojadas retornaram às suas casas e não encontraram parentes que foram deixados para trás ou se perderam dos outros durante o abandono dos imóveis tomados pela água e pelo barro. No levantamento de hoje, o número de mortos permanecia em 120 e o de desaparecidos em 31, uma vez que os registros de sete desaparecimentos em Blumenau foram anulados, mas substituídos pelos de Ilhota.

Segundo a Defesa Civil Estadual, em todo Estado de Santa Catarina, agora são 32.946 desalojados e desabrigados, sendo 5.710 desabrigados e 27.236 desalojados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.