Blitze da Lei Seca cresce no litoral de SP, diz polícia

Dois motoristas foram detidos durante as blitze da Lei Seca no litoral paulista, entre a noite de sábado e a madrugada de ontem. Dados do Comando de Policiamento do Interior 6 da Polícia Militar - que responde pela área - apontam ainda que outros cinco condutores foram multados por dirigir após consumir bebida alcoólica.

Agência Estado |

Segundo o tenente-coronel Armando Leite, anteontem os seis batalhões da Polícia Militar responsáveis pelo litoral iniciaram uma espécie de ação conjunta para flagrar motoristas que tenham consumido álcool antes de dirigir.

As detenções foram realizadas em Praia Grande. Já as multas (descontadas as aplicadas aos detidos, que também são autuados) foram aplicadas em Registro e Santos. Ao todo, os seis batalhões da PM abordaram 349 motoristas. Deles, 46 fizeram o teste do bafômetro. Três, em Santos, se recusaram a assoprar o equipamento e um, em Registro, teve de fazer teste clínico - avaliação feita por um médico em uma unidade de saúde, na própria delegacia ou no instituto médico legal.

No último dia 23, o governo do Estado repassou 26 bafômetros para o litoral. Em Santos, segundo o tenente-coronel, o número de blitze por semana quase triplicou desde o recebimento do material. “A recomendação é que façamos quatro, mas estou fazendo 14.” Segundo ele, a polícia tem planejado blitze durante a tarde - não só a noite ou de madrugada. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG