Tamanho do texto

Policiais militares do 34º Batalhão de Trânsito realizaram na capital paulista, das 22h de ontem às 4h desta madrugada, mais uma Operação Direção Segura para combater a perigosa mistura álcool e volante. Foram montados bloqueios nas avenidas Águia de Haia, Marechal Tito e Governador Carvalho Pinto, na região de São Miguel, na zona leste da cidade.

Os policiais pararam 30 veículos, abordando 65 pessoas, das quais 31 realizaram teste do bafômetro. Como nenhuma se negou a passar pelo teste nem houve registro de nível superior a 0,29 mg de álcool por litro expelido nos testes realizados, a PM não encaminhou ninguém à delegacia, mas 3 motoristas foram autuados no local por embriaguez pois estavam com nível de álcool entre 0,11 e 0,29 mg.

Pela nova Lei, chamada "Lei Seca", quem for pego pelo bafômetro com uma margem entre 0,0 e 0,11 mg de álcool/litro de ar expelido não é considerado infrator e acaba liberado. De 0,11 a 0,29 mg, paga-se uma multa de R$ 957,20 e corre-se o risco de ter a CNH suspensa de 12 a 24 meses; acima de 0,29 mg, além de pagar a multa e correr o risco de perder a habilitação, o infrator é levado para a delegacia, responde criminalmente, podendo pegar uma pena que varia de 6 meses a 3 anos de detenção e só é liberado para responder em liberdade após pagar uma fiança de R$ 300 a R$ 1.200.