recheados de gordura trans - Brasil - iG" /

Biscoitos recheados de gordura trans

A Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste) avaliou 18 marcas de biscoitos de chocolate recheados e constatou excesso de gordura trans (uma das mais maléficas para a saúde) em quatro: BreakUp!, Carrefour, Gulosos e Mabel revelaram mais de 0,2g por porção (dois biscoitos). Em seis marcas não foram encontradas gordura trans (Amori, Bono, Chocolícia, Passatempo, Piraquê e Trakinas); e em oito foi detectada uma quantidade regular (www.plug@ados, Nescau, Tostines Recreio, Turmix, Duchen, Marilan, Extra e Visconti).

Agência Estado |

Na opinião de Márcio Mancini, endocrinologista do Hospital das Clínicas e presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), a gordura trans em qualquer quantidade é prejudicial à saúde. "É tão ruim ou pior que a gordura saturada de origem animal. Os pais não devem dar para seus filhos biscoitos com o teor apontado pela pesquisa. É semelhante a oferecer uma bolacha com recheio de gordura de picanha", diz.

Como no Brasil não há limite legal para o nível de gordura trans nos alimentos, a Pro Teste cobra da Anvisa para que seja estabelecido e promete entrar com uma ação na Justiça para pedir que utilizemos aqui as medidas determinadas na União Européia (máximo de 2% de gordura trans em qualquer alimento).

A Pro Teste também criticou a ausência de uma legislação específica para biscoitos, recomendando que a Anvisa elabore um regulamento técnico de identidade e qualidade com informações sobre classificação, processamento, características, lista de ingredientes permitidos e formas de conservação, entre outros itens. "Como não temos normas, seguimos a de cereais, amidos, farinhas e farelos para analisar as bolachas", diz Thiago Ribeiro da Costa, engenheiro de alimentos e pesquisador da Pro Teste.

Outro tipo de gordura detectada foi a saturada, presentes em todas as marcas de forma regular, mas que também preocupou os técnicos da instituição. De acordo com a legislação, o valor diário de gordura saturada para uma criança de 7 a10 anos é de 19 gramas. No entanto, o consumo de apenas dois biscoitos das marcas analisadas significa a ingestão de 10% da dose diária recomendada. "As saturadas são características desse tipo de produto, não é o caso da trans", diz Costa.

A entidade também avaliou a higiene das bolachas e os rótulos dos produtos, não sendo encontradas falhas graves, e apresentaram boa quantidade de cacau.

    Leia tudo sobre: alimentos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG