Bird estudará projeto de SP para outros países

O Banco Mundial (Bird) vai estudar o projeto de remuneração por desempenho desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo, primeiro órgão do governo paulista a pagar bônus a seus funcionários mediante resultado. O estudo pretende verificar possível implantação do modelo paulista em outros países. Neste mês, a secretaria divulgará o Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp), o que possibilitará, pela primeira vez, o pagamento do bônus por merecimento.

Agência Estado |

De acordo com a pasta, a responsável de Educação na América Latina do banco, Bárbara Bruns, se reuniu ontem, em São Paulo, com a secretária da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro. Em 2008 a secretaria anunciou a criação do Idesp, que estipula ano a ano metas que as escolas estaduais paulistas devem alcançar. Neste ano será possível a primeira comparação.

No fim do ano passado, Bárbara Bruns esteve em São Paulo conhecendo os projetos educacionais da rede estadual. A secretária Maria Helena ainda foi à sede do Bird e apresentou novidades implantadas na rede: Idesp, remuneração por desempenho, guias curriculares, ensino profissionalizante, entre outros. O Bird acertou também com a secretaria um treinamento a gestores da pasta, com objetivo de capacitá-los a aferir, via dados e pesquisa de campo, a qualidade das aulas nas escolas estaduais.

    Leia tudo sobre: bird

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG