Bimotor cai em Batatais-SP e 5 ocupantes ficam feridos

Um avião bimotor transportando cinco pessoas caiu ontem num canavial em Batatais, na região de Ribeirão Preto (SP). Os cinco homens a bordo, todos de Franca (SP), ficaram feridos e pelo menos três já tiveram alta hospitalar.

Agência Estado |

Técnicos da Aeronáutica estiveram hoje na cidade para fazer a perícia e tentar descobrir a causa do acidente - dificuldade mecânica ou falta de combustível.

O laudo pericial deste tipo de ocorrência, geralmente, fica pronto em cerca de 30 dias. O aparelho decolou em João Pinheiro (MG) com destino a Franca, porém, o mau tempo tornou impossível o pouso.

Então, o piloto Alair Cândido de Oliveira, de 57 anos, tentou seguir até o Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão Preto, mas o avião perdeu altitude e o pouso forçado ocorreu na plantação de cana-de-açúcar, ao lado do quilômetro 62 da Rodovia Cândido Portinari.

A reportagem tentou falar com o piloto e dois passageiros que estavam internados. Os parentes deles confirmaram que eles estavam bem, mas que não falariam sobre o acidente. Oliveira estava internado em Batatais, os outros em Franca. "Ele está bem, mas não tem nada a declarar", disse a filha Carolina.

Rita, madrasta do passageiro Paulo Roberto Silveira Ribeiro Maciel, de 34 anos, disse que ele não faria comentários. Rita confirmou que o aparelho era de uma madeireira e que todos retornavam do trabalho em Minas Gerais. Maciel estava em observação, com dores nas costas, mas ainda não havia recebido alta.

Sedado

Flávia, irmã de Isac Dione Ferreira, de 23 anos, informou que ele estava sedado por causa das dores musculares, mas tinha recebido alta. Além dessas três pessoas, estavam no avião Paulo Eduardo Maciel, de 60 anos, pai de Ribeiro Maciel, e Itamar Pimenta, de 38, um trabalhador autônomo. Os cinco estavam no bimotor (PT-RMG) modelo Sêneca II.

Leia mais sobre acidente de avião

    Leia tudo sobre: avião

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG