Berzoini minimiza força do PMDB e diz que partidos vão retomar o diálogo

BRASÍLIA - O presidente nacional do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), disse nesta segunda-feira que, passadas as eleições na Câmara e no Senado, o PT deve reestabelecer o diálogo com o PMDB. Mais cedo, o senador José Sarney (PMDB-AP) foi eleito presidente do Senado com 49 votos contra 32 do candidato petista, Tião Viana (AC).

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

É importante manter um diálogo tranquilo, levar com calma e reconhecer que houve disputa e reestabelecer o diálogo [com o PMDB], disse Berzoni a jornalistas no plenário da Câmara, onde corre neste momento a votação que irá eleger também um novo presidente.

Questionado se o PMDB não ficaria muito forte no Congresso Nacional caso se confirme a vitória de Michel Temer (PMDB-SP) na presidência da Câmara, Berzoini minimizou o problema. É claro que fica mais forte, mas tem que conversar e entender que o PMDB é um partido regionalizado, disse.

Temer concorre à presidência com Aldo Rebelo (PCdoB-SP) e Ciro Nogueira (PP-PI).

Leia mais sobre: eleições no Congresso

    Leia tudo sobre: eleições no congresso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG