O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Paulo Bernardo, informou que o governo utilizará uma medida provisória (MP) para reajustar os salários de várias categorias de servidores públicos civis. Ao sair do Congresso, o ministro disse que a MP será enviada ao Legislativo nos próximos dias.

"Eu falei ontem com o presidente Lula. E, se eu entendi bem, ele concorda em ser (por) medida provisória. Nós estamos fazendo um último esforço de revisão (do texto da MP) e, a partir daí, ela (a MP) vai para o presidente assinar", disse o ministro. Segundo ele, a MP engloba apenas carreiras do funcionalismo civil, e o reajuste do soldo dos militares está em fase final de elaboração, mas ainda não há uma decisão se será feito por meio de MP ou não.

Paulo Bernardo voltou a afirmar que o governo fará o corte do ponto dos auditores fiscais, que estão em greve desde o dia 18 de março. Segundo o ministro, o governo tem feito um acompanhamento diário do movimento grevista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.