Bernanke e Obama lideram ranking dos pensadores de 2009

O diretor do Banco Central americano (Federal Reserve, Fed), Ben Bernanke, e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, lideram o ranking dos pensadores mais influentes de 2009, estabelecido nesta terça-feira pela revista americana de política externa Foreign Policy.

AFP |

Bernanke é o primeiro colocado desta lista por ter "impedido uma nova Grande Depressão" como a que se seguiu à crise financeira de 1929, explicou a revista.

Para a Foreign Policy, Bernanke "reinventou sozinho o papel de um Banco Central" e "salvou a economia americana".

"Ter conseguido tudo isso em alguns meses é sem dúvida um dos maiores sucessos intelectuais destes últimos anos", destacou a publicação.

Obama aparece no segundo lugar desta lista de 100 nomes, quase todos americanos, por ter "reinventado o papel dos Estados Unidos no mundo" e por ser "um presidente com grandes ideias".

A secretária de Estado Hillary Clinton é a sexta colocada do ranking.

Zahra Ranavard, a esposa do líder da oposição iraniana Mir Hossein Mussavi, aparece em terceiro lugar. O governador do Banco Central chinês, Zhu Xiaochuan, é o oitavo, e o fundador da Microsfot, Bill Gates, o 12º. O Papa Bento XVI é o 17º.

O diretor-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), o francês Dominique Strauss-Kahn, aparece na 33ª posição da lista da Foreign Policy, que também inclui nove jornalistas, cinco deles americanos.

cs/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG