O traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, será julgado amanhã no 4º Tribunal do Júri do Rio, no centro da cidade. A juíza Maria Angélica Guerra Guedes presidirá a audiência.

O anúncio foi feito hoje pelo Tribunal de Justiça fluminense através de seu site. Segundo a Corte, em maio de 2000, o Ministério Publicou denunciou Beira-Mar e mais oito homens por associação para o tráfico de drogas.

De acordo com a denúncia, na tarde de 24 de maio de 1996, quatro ocupantes de um carro atiraram contra dois policiais durante uma perseguição na entrada da Favela Vila Ideal, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Os disparos teriam sido efetuados para evitar a prisão do líder do tráfico na favela, Charles Silva Batista, conhecido como Charles do Lixão. Por supostamente ter ordenado o ataque, Batista também é acusado de tentativa de homicídio.

Os demais denunciados são Ricardo Pereira da Silva, o Ricardinho, Josenildo Ramos da Silva, Rosenildo Lucena Mendes, Walter David de Sant'Anna, o Vavá, Márcio de Oliveira Diniz, o Jaz, Oliciano do Nascimento, o Ulisses, e um homem conhecido como Joãozinho. Todos integrariam o Comando Vermelho e teriam se associado para dominar o narcotráfico em Duque de Caxias. Apenas o processo de Beira-Mar, que tramitava em Caxias, foi desaforado para o 4º Tribunal do Júri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.