Bebê sobrevive após ser arrastado por carro roubado em Maceió

Rio de Janeiro, 24 abr (EFE).- Um bebê de apenas três meses de idade sobreviveu após ser arrastado por cerca de um quilômetro em sua cadeirinha, que ficou presa ao carro da mãe dele, roubado por três assaltantes em Maceió.

EFE |

O crime ocorreu na noite de ontem, no bairro Ponta Verde, e os ladrões não perceberam que a cadeirinha havia ficado presa por fora do automóvel em um dos cintos de segurança, arrastando o bebê na fuga.

A mãe do bebê, Norma Mover, rendida pelos assaltantes quando chegava em casa, tentou retirar a criança do veículo, mas não conseguiu alcançar a cadeirinha no banco traseiro do automóvel.

Segundo a Polícia, várias pessoas tentaram avisar aos assaltantes que eles arrastavam o bebê, mas os ladrões só pararam dez quarteirões em diante para ver o que ocorria.

Após perceber que o bebê estava preso, os criminosos, soltaram a cadeirinha, deixaram-na sobre a calçada e fugiram com o carro.

Ele foi encontrado por um motociclista que passava pelo local e avisou à Polícia e solicitou uma ambulância.

O bebê foi internado no hospital da Santa Casa de Misericórdia de Maceió com ferimentos sem gravidade nos braços e nas pernas, e não corre risco de morte, segundo os médicos.

O caso lembrou a morte, em fevereiro de 2007, no menino João Hélio Fernandes, então com seis anos, que morreu após ser arrastado por sete quilômetros por assaltantes que haviam roubado o carro de sua mãe em Bento Ribeiro, subúrbio do Rio de Janeiro. EFE cm/jp

    Leia tudo sobre: bebê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG