Bebê morto em creche de SP sofreu asfixia, indica laudo

Laudo preliminar realizado em uma menina de 5 meses encontrada morta anteontem em creche na zona leste de São Paulo indica que ela sofreu asfixia mecânica broncopulmonar. Ela teria aspirado algo que ficou preso nos brônquios e bloqueou a passagem de ar.

Agência Estado |

O laudo definitivo do IML deve ficar pronto em 30 dias. O corpo de Suellen Moreira da Silva foi enterrado ontem. A polícia trabalha com a hipótese de negligência nos cuidados que ela recebia na creche Espaço da Comunidade III, Vila Nova Manchester, conveniada na Secretaria Municipal de Educação e administrada pela Fundação Comunidade da Graça.

Segundo depoimentos de funcionários da creche, Suellen foi colocada no berço numa sala com mais 11 crianças às 13h30. Três funcionários as olhavam. Por volta das 15 h, um deles foi acordá-la para o banho, mas ela já estava morta. O pedreiro Antonio dos Santos da Silva, de 38 anos, pai da menina, disse que era o primeiro dia dela na creche após um afastamento (do dia 5 ao dia 13 de março) por causa de uma pneumonia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG