Bebê ferido durante protesto em São Paulo pode ter alta nesta sexta-feira

SÃO PAULO - O bebê de 11 meses que teve traumatismo craniano durante um protesto de moradores na zona leste de São Paulo, ocorrido na noite da quarta-feira, pode receber alta nesta sexta-feira do Hospital do Tatuapé.

Agência Estado |

Um comandante da Polícia Militar afirmou que o bebê foi jogado pela janela do ônibus , mas manifestantes que participaram do confronto negaram . No boletim de ocorrência do caso, o motorista do ônibus afirmou que o bebê foi atirado contra o assoalho do veículo.

Futura Press

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, o bebê será submetido a uma tomografia e avaliações médicas e, dependendo do resultado do exame, a criança poderá ser liberada. A menina continua em observação e seu quadro é estável.

O protesto contra a prisão de três supostos traficantes da Favela Tiquatira, na Penha, zona leste de São Paulo, terminou em confronto entre policiais militares e cerca de 150 manifestantes. Quatro veículos - um ônibus articulado, um micro-ônibus, um caminhão e um carro de passeio - foram incendiados na Avenida Gabriela Mistral, paralela à Marginal do Tietê.

Leia mais sobre:

Comandante da PM diz que bebê foi jogado pela janela

Moradores afirmam que bebê não foi arremessado de ônibus

Leia mais sobre: protesto

    Leia tudo sobre: bebê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG