Base aliada planejou falta de quórum em CPI, diz Jucá

O senador Romero Jucá (PMDB-RR) confirmou hoje que a não instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras foi uma decisão organizada da base aliada. Foi uma orientação passada por líderes do Senado, disse.

Agência Estado |

No entanto, ele negou que haja um racha entre os senadores governistas, como é comentado nos bastidores do Senado. "A composição da CPI da Petrobras dependerá da composição da CPI das ONGs", afirmou.

Sobre a falta de quórum no início da tarde na sessão de instalação da CPI da Petrobras, Jucá relatou que se tratou de algo orquestrado e afirmou que a base do governo "está tranquila". Ele explicou que, no caso da CPI da Petrobras, o PMDB, mais precisamente o senador Renan Calheiros (AL), indicará a relatoria, enquanto Aloizio Mercadante (PT-SP) apontará o nome do presidente da comissão. "Enquanto não definir uma, não haverá outra", disse Jucá. De acordo com ele, a instalação da CPI da Petrobras dependerá, portanto, da manifestação da oposição.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG