Base aliada fecha acordo para votar MP das bebidas alcóolicas

BRASÍLIA - O líder da bancada do PT na Câmara, deputado Maurício Rands (PE), afirmou nesta quarta-feira que os líderes de partidos da base do governo fecharam um acordo para votar a Medida Provisória (MP) 415/08, referente à proibição da venda de bebidas alcoólicas nas proximidades de rodovias federais e o aumento do rigor nas penas para o motorista que dirigir após ingerir bebidas alcoólicas. A MP deverá ser votada nesta quarta-feira no plenário da Câmara.

Carollina Andrade - Último Segundo/Santafé Idéias |

O acordo foi definido nesta tarde, após almoço dos líderes com o ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro. Segundo Rands, o foco principal da MP passará a ser o motorista e não mais o estabelecimento comercial que vende a bebida. O foco principal da nova lei será punir os motoristas que dirigem bêbados e não mais dificultar o acesso [dos motoristas] a bebidas alcoólicas ns estradas, afirmou o líder. Para Rands, não basta criar uma lei e dificultar o acesso dos motoristas a bebida. É preciso também intensificar a fiscalização.

Atualmente, a legislação permite um acúmulo de 0,5 decigramas de álcool no sangue o que será proibido com a nova legislação. A partir de 0,6 o infrator poderá ser preso. É preciso que a sociedade tome consciência de uma vez por todas. Não é mais possível que haja esse alto índice de acidentes motivados pela ingestão de bebidas alcoólicas, ressaltou Rands.

Leia mais sobre: bebida

    Leia tudo sobre: bebida alcoolica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG