Baryshnikov diz que Michael não tinha equilíbrio físico e mental

MADRI - Um artista precisa manter o equilíbrio entre o físico e a mente e está claro que este não era o caso de Michael Jackson, assegurou nesta sexta-feira o dançarino e coreógrafo americano de origem russa Mikhail Baryshnikov.

EFE |

O dançarino lamentou que um homem tão jovem "estivesse tão doente", já que há não muito tempo "estava em uma forma impressionante".

Baryshnikov, que apresentou hoje seu novo espetáculo em encontro com jornalistas, que será estreado em Madri, fez declarações sobre Michael ao ser perguntado sobre o "diálogo" que ele mantinha com seu corpo.

"O trabalho corporal não é tudo, é necessário um equilíbrio entre o corpo e a mente e está claro que esse equilíbrio não funcionava em Michael Jackson", disse o artista, de origem russa e naturalizado americano.

"É uma história muito triste, porque ele era um homem muito doente, mas também muito jovem. 50 anos não é nada. Eu o vi há alguns anos pela última vez e era impressionante sua energia, seu perfeito estado físico e o que conseguia fazer com seu corpo", acrescentou.

Embora não seja um fã do pop - "cheguei muito tarde aos Estados Unidos, para me sentir verdadeiramente envolvido com essa música, mas fui a alguns shows dos Rolling Stones e de Madonna" - Baryshnikov acredita que Michael, que assistiu vários de espetáculos e "chegaram a conversar", era "um intérprete incrível e um artista muito interessante".

Relembre as fases da carreira de Michael Jackson; veja o vídeo:


Leia também:

A carreira de Michael Jackson

Opinião


Leia mais sobre Michael Jackson

    Leia tudo sobre: michael jacksonmortemúsica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG