SÃO PAULO (Reuters) - O secretário-executivo do Ministério da Justiça, Luiz Paulo Barreto, assume a pasta na quarta-feira em substituição a Tarso Genro, que deixou o posto para disputar a eleição ao governo do Rio Grande do Sul. Barreto ingressou no ministério em 1983, aos 19 anos, por meio de concurso público. Ele assumiu como secretário-executivo em 2003, primeiro ano do governo Lula.

Atuou na condução das políticas de segurança pública, implantação do sistema penitenciário federal, reforma do Judiciário e em programa de combate ao tráfico de seres humanos.

Tarso chefiava o ministério desde 2007, no lugar de Marcio Thomaz Bastos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.