Barco afunda no Amazonas com ao menos 80 pessoas a bordo

SÃO PAULO (Reuters) - Uma embarcação naufragou neste domingo no rio Solimões, perto do município de Manacapuru (AM), com cerca de 80 pessoas a bordo, informou o Corpo de Bombeiros de Manaus. Segundo relatos de sobrevivente aos bombeiros, 110 pessoas estariam a bordo. Os bombeiros, no entanto, não confirmam o número exato de pessoas que estavam no barco Comandante Sales, que afundou em frente à comunidade de Laranjal, após ter saído de uma festa no interior do Estado.

Reuters |

Até o fim da manhã deste domingo, 3 corpos foram encontrados, segundo a assessoria do Corpo de Bombeiro. De acordo com informações de moradores da região, alguns passageiros teriam conseguido nadar até a margem, disse um sargento do bombeiro de Manaus.

'O barco estava vindo de uma comunidade do interior com destino a Manacapuru. Em certas épocas, eles vão ao interior para as festas, e na hora de voltar se amontoam todos em qualquer barco que aparece, que costumam não registrar as pessoas que entram', afirmou à Reuters por telefone o sargento Marimar.

O barco, que seria fretado, afundou entre 5h e 6h da manhã, segundo a assessoria dos bombeiros do Amazonas.

O Corpo de Bombeiros informou ainda que 15 mergulhadores e mais 40 homens da corporação participam da operação de resgate das vítimas. Pelas condições do rio, o trabalho pode durar mais dois ou três dias, de acordo com o sargento.

'O rio é largo e turvo, o que dificulta as operações, que podem se estender por mais dois ou três dias pelo menos', disse.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG