Bandidos que assaltaram prédio em Copacabana conseguiram fugir, diz polícia

RIO DE JANEIRO - Policiais militares fizeram uma varredura na região da rua Francisco Otaviano, na altura do Arpoador, em Copacabana, zona Sul do Rio Janeiro, em busca de bandidos que assaltaram um prédio nesta manhã, mas nenhum suspeito foi localizado.

Redação com Agência Estado |

Segundo informações da Polícia Militar, o assalto aconteceu no prédio Solar da Praia, que é residencial. Moradores contaram que, por volta das 8 horas, três homens armados entraram no edifício, renderam alguns moradores, que foram colocados do primeiro andar, e saquearam apartamentos. Pelo menos 15 pessoas teriam sido roubadas.

Agência Estado
asdasdasdasd
Homens do 19º e do 23º Batalhão da Polícia Militar e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) realizaram buscas no Rio de Janeiro

A polícia foi acionada e as informações são de que, na fuga, os bandidos se depararam com uma viatura e voltaram para o prédio.

Homens do 19º e do 23º Batalhão da Polícia Militar e do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) realizaram buscas no edifício e em prédios vizinhos, mas não conseguiram localizar os assaltantes. De acordo com a assessoria da PM, ainda há viaturas monitorando o local.

No início da manhã, a rua Francisco Otaviano ficou totalmente interditada, entre a Vieira Souto e a Raul Pompeia, para facilitar a ação da polícia. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) afirmou que a via foi liberada por volta das 12h.

Outro roubo

Na noite de segunda-feira, Copacabana também foi cenário de mais um roubo. Criminosos, munidos com uma granada, assaltaram o Restaurante Le Bleu Noir.

Eles roubaram clientes, o caixa e saquearam vinhos. A ação foi o segundo assalto em menos de 30 dias no estabelecimento de renome internacional e muito frequentado por turistas. O caso foi registrado na 12ª Delegacia de Polícia.

Leia mais sobre: reféns

    Leia tudo sobre: políciarefénsrio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG