Banda Tutti Frutti toca clássico de Rita Lee

O nome do palco na Praça da República é Palco Rock e, honrando a tradição, todos os clichês estavam presentes no show de abertura, com o grupo Tutti Frutti. O apresentador do palco já deu o tom, gritando palavras de ordem e muito ¿rock¿n roll¿. Ao entrar no palco, a banda agradou aos diversos cabeludos que lotavam a Praça, abusando dos solos de guitarra e outros instrumentos.

Tiago Agostini |

Ao contrário do anunciado, a banda não tocou o álbum Fruto Proibido na íntegra, gravado em 1975 quando eles ainda eram o grupo de apoio de Rita Lee. Entre as músicas que ficaram de fora estavam Esse tal de roque enrow e Luz del Fuego. Os grandes sucessos do disco, Dançar pra não dançar, Agora só falta você e Ovelha Negra, no entanto, não foram deixados de lado, sendo responsáveis pela maior resposta do público, que cantava empolgado.

O guitarrista Luiz Carlini, grande parceiro de Rita Lee nos anos 70, foi o maestro da noite, comandando a banda com seus riffs e se destacando nos longos solos de guitarra. Expressivo, cheio de caras e bocas, ele acabou beijando a guitarra no solo de Ovelha Negra.

Com Agora Só Falta Você, a banda saiu um tanto quanto contrariada do palco após uma hora de show, dizendo que estava sendo expulsa pela produção. Nem os incessantes pedidos de mais um do público puderam ser atendidos. A sensação era de que o Tutti Frutti ainda tinha algumas músicas no repertório e teve que acelerar o show para cumprir o tempo estabelecido.

    Leia tudo sobre: virada culturalvirada cultural 2009

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG