Bancários atrasam abertura de agências da avenida paulista em duas horas

SÃO PAULO - Cerca de 50 agências bancárias da avenida Paulista abriram com duas horas de atraso na manhã desta quinta-feira. De acordo com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, 1.500 trabalhadores cruzaram os braços durante o período. Ainda segundo o sindicato, na segunda-feira, dia 29, a categoria se reúne em assembléia para decidir se faz uma paralisação de 24 horas na terça-feira, dia 30.

Redação |

Acordo Ortográfico

O protesto fez parte de uma mobilização em favor do Dia Nacional de Luta da Categoria. Os trabalhadores ficaram reunidos na avenida Paulista e protestaram contra a última rodada de negociação, realizada nesta quarta-feira, quando o Comando Nacional dos Bancários rejeitou a proposta apresentada pela Federação dos Bancos (Fenaban) que não atendia as reivindicações dos trabalhadores.

A categoria quer 5% de aumento real nos salários, vale alimentação e auxílio-creche de R$ 415; e vale-refeição de R$ 17,50 por dia. Os banqueiros concordaram em dar um reajuste de 7,5% para os salários, pisos e demais verbas, como vale-refeição, alimentação, auxílio-creche/babá. Não houve acordo.

Além disso, os trabalhadores querem que a Participação dos Lucros e Resultado (PLR) seja revista.

Nossa mobilização é para deixar bem claro aos banqueiros que os trabalhadores querem aumento de salários e que não aceitam PLR inferior à do ano passado, disse Luiz Cláudio Marcolino, presidente do Sindicato.

Pisos 

De acordo com o sindicato, os banqueiros não apresentaram proposta para a valorização dos pisos salariais. Os bancários querem aumento progressivo, em três anos, até atingir o piso do Dieese, estimado em R$ 2.074, sendo incorporado 50% da diferença entre o piso da categoria (R$ 921,49) e o piso do Dieese neste ano, 25%, em 2009, e outros, 25% em 2010. Desta forma, neste ano, o piso da categoria passaria a valer R$ 1.497,75 para escriturários, R$ 1.947,07 para caixas e tesoureiros, R$ 2.321,50 para primeiro comissionado, e R$ 3.369,93 para gerente.

    Leia tudo sobre: banco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG