Bancada do PT vai a Lula defender afastamento de Sarney

A bancada do PT vai se reunir na noite desta quinta-feira com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva para defender o afastamento do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), do comando da Casa. Antes da reunião, o líder do partido, Aloizio Mercadante (SP), vai explicar a posição do PT, às 15h, no plenário do Senado.

Severino Motta, repórter em Brasília |

AE
Mercadante deixa casa de Sarney

Mercadante deixa casa de Sarney na quarta

De acordo com Mercadante, a posição da maioria da bancada continua a mesma, defendendo os 30 dias de afastamento. Em seu discurso, o líder do PT vai pedir o licenciamento, mas também defender Sarney, dizendo que a crise não é inteiramente de responsabilidade do presidente da Casa.

Segundo apuração da reportagem do Último Segundo , Mercadante vai tentar ainda colocar o DEM, que há anos ocupa a primeira-secretaria da Casa, no centro da crise, uma vez que a instância é a mais poderosa depois da presidência.

Em declarações dadas à imprensa, Mercadante responsabilizou o DEM por parte da crise administrativa do Senado. Não vamos aceitar uma atitude oportunista de alguns partidos, como o DEM, que durante todo o período em que estivemos aqui tiveram uma responsabilidade administrativa imensa, disse Mercadante.

O senador acrescentou que todas as contratações, inclusive de empresas terceirizadas, licitações, indicações, são de responsabilidade administrativa da primeira-secretaria. Mercadante afirmou ainda que quando o partido propôs uma reformulação administrativa do Senado, com a candidatura à presidência de Tião Viana (PT-AC), o PT perdeu a disputa para outros partidos ¿ entre eles, o DEM ¿ que queriam a continuidade.

Mercadante acusou o DEM de dar sustentação ao ex-diretor-geral Agaciel Maia, demitido por Sarney em decorrência de uma série de notícias denunciando irregularidades nos contratos com empresas terceirizadas, por exemplo.

Perdemos essa disputa, entre eles [partidos que sustentaram a candidatura de Sarney] para o Democratas, que queria a continuidade, que estavam sustentando o senhor Agaciel Maia e outros que estavam na direção do Senado, afirmou o petista.

AE
Sarney deve anunciar esta semana se renuncia

Sarney deve anunciar esta semana se renuncia

Pressões do Planalto

Apesar das pressões do Planalto, somente dois senadores petistas defendem a permanência ininterrupta de Sarney, a líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti (SC), e Delcídio Amaral (MS).

A reunião do PT com Lula deve começar às 20h. Já o encontro de Lula com Sarney, primeiramente previsto para acontecer hoje, só deve ocorrer nesta sexta-feira . Sarney ameaça o rompimento com o governo no caso de ficar sem apoio - o que dificultaria o último ano e meio de governo para Lula e colocaria em risco a aliança para a eleição de 2010.

Já a reunião com o PT vai contar com a presença de quase toda a bancada. Cada um dos senadores deve passar sua impressão pessoal sobre a crise para Lula, que vai ter de decidir se fica ao lado do maior partido da coalizão governista e principal aliado para 2010, ou rompe com o PMDB e passa a depender de votos da oposição para aprovar matérias de seu interesse.

DEM desafia PT

O líder do DEM no Senado, José Agripino Maia (RN), desafiou Mercadante a apontar alguma irregularidade administrativa praticada na Casa da qual o partido tenham participado. Quero que o senador Mercadante aponte alguma irregularidade praticada pelo Democratas. Se ele está falando isso, tem a obrigação de apontar as falhas do DEM. Do contrário, o senador vai ficar no campo da leviandade, afirmou José Agripino.

O líder do DEM lembrou que a bancada do PT votou, em 2003, a favor da eleição de José Sarney (PMDB-AP) para a presidência, assim como em Renan Calheiros (PMDB-AL) e Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). Os três senadores mantiveram Agaciel Maia [ex-diretor-geral do Senado] no cargo. Quem mantém ou demite um diretor é o presidente do Senado, destacou José Agripino.

Leia também:

Leia mais sobre José Sarney

    Leia tudo sobre: sarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG