Bancada do DEM no Senado quer expulsão de Arruda

A maioria da bancada do DEM no Senado é favorável à abertura de processo para a expulsão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, do partido. Nessa hipótese, o governador terá prazo para apresentação de defesa, e o julgamento do processo terá que ocorrer até 15 de dezembro.

Agência Estado |

Os senadores José Agripino (RN), Demóstenes Torres (GO) e Gilberto Goelmer (MT), que defendem a expulsão imediata de Arruda, foram derrotados na discussão. Mesmo assim, Demóstenes pretende encaminhar, na reunião da Executiva desta tarde, a proposta de expulsão do governador.

"Vou apresentar a proposta de expulsão por rito sumário", garantiu Torres. "O governador Arruda não tem condições de continuar no partido" emendou Agripino. Arruda é acusado de envolvimento em suposto esquema de arrecadação e pagamento de propina a aliados.

Ainda hoje, José Agripino vai se reunir com a bancada do DEM na Câmara para colocar a proposta em discussão, para só depois levar a opinião da maioria à reunião da Executiva, marcada para as 16 horas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG