Moradores do bairro Jardim Romano, do distrito de Jardim Helena, na zona leste de São Paulo, ainda enfrentam problemas por causa da chuva que atingiu a cidade na terça-feira. Depois de 48h, a região, que fica na divisa com o Rio Tietê, continua alagada.

AE
Alguns moradores foram obrigados a ir para casa de amigos ou familiares. Outros, porém, continuam no local, apesar da região estar intransitável. Para sair, é necessário a ajuda de botes, que são levados por homens da Defesa Civil.
Famílias desabrigadas
A cidade de São Paulo registrou até a noite de quarta-feira 892 famílias atingidas pelas chuvas dos últimos dias, principalmente moradores da zona leste, de acordo com balanço da Defesa Civil.
Segundo o levantamento, foram realizadas 413 interdições pelas subprefeituras e 892 famílias foram atendidas pelos técnicos da assistência social, recebendo colchões, cobertores e alimentação.
Desse total, 267 pessoas aceitaram encaminhamento para alojamentos ou abrigos. As demais preferiram ir para a casa de amigos ou parentes.
A Defesa Civil está atuando 24 horas por dia, com uma equipe em cada uma das 31 subprefeituras, com atenção especial às regiões de M'Boi Mirim, São Mateus e Vila Prudente, que sofreram desabamentos, e São Miguel Paulista, onde a região do Jardim Romano ainda sofre com o alto nível das águas.
(*com informações da Agência Estado)
Leia também:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.