Bactéria mata um e deixa 8 internados em Bauru-SP

Oito pacientes vítimas de uma bactéria desconhecida e resistente estão internados desde a semana passada no Hospital Estadual de Bauru, região norte do Estado de São Paulo. Esta semana, uma pessoa, que não teve seu nome divulgado, não resistiu e morreu.

Agência Estado |

A maioria estava no Pronto-Socorro Central, administrado pela prefeitura, e foi transferida para o Hospital Estadual, que atende pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Os doentes estão em isolamento numa ala e recebem tratamento especial.

A bactéria pode ser a ERV (Enterococo Resistente à Vancomicina), mas apenas a análise do Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista, determinará que tipo de organismo atacou o grupo. São vários os problemas de saúde causados pela ERV. "Pode causar infecções em vários órgãos. (A bactéria) Entra na corrente sanguínea e causa pneumonia", alertou Fernando Monti, secretário municipal de Saúde e médico infectologista.

Por meio da assessoria de imprensa, o Hospital Estadual informou que os oito pacientes estão bastante debilitados e que se encontram internados por "medida de precaução". "São pessoas que têm doenças que debilitam muito o organismo, se tornam vulneráveis à ação de bactérias ou vírus. Cada um tem um problema diferente", informou o hospital, confirmando que há diabéticos e portadores do vírus HIV no grupo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG