Bactéria causa suspensão de atendimento em Maceió

Segundo a direção da UTI, os serviços serão normalizados em 48 horas

AE |

selo

A ocorrência da bactéria acinetobacter baumannii na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Universitário (HU), em Maceió, causou a suspensão do atendimento e a evacuação dos pacientes. Segundo a direção da UTI, os serviços serão normalizados em 48 horas. 

Muitos bebês estão sendo transferidos para a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) do próprio HU. A Secretaria de Saúde informou que embora tenha ocorrido o surgimento da bactéria, nenhuma criança faleceu por essa causa. 

Para reduzir a demanda na maternidade, algumas crianças serão transferidas para outras unidades. O transporte será realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), segundo a secretaria.

    Leia tudo sobre: utialagoasmaceió

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG