Backstreet Boys realizam show contra a mudança climática

BRUXELAS ¿ Os Backstreet Boys vão realizar um concerto em Copenhague em 7 de dezembro, organizado pela rede de televisão MTV e a Comissão Europeia, para conscientizar os jovens sobre as consequências do aumento da temperatura, coincidindo com o início da Cúpula Mundial do Clima.

EFE |

Para a vice-presidente da CE Margot Wallström a iniciativa servirá para mostrar aos jovens que é deles a luta contra a mudança climática.

O concerto será a última parte da ação "The Play to Stop: Europe for climate".

A campanha informativa permitiu aos jovens compartilhar os pontos de vista sobre a luta contra a mudança climática e a proteção do ambiente no site www.mtvplay4climate.eu.

"Os jovens levam muito a sério e querem pressionar às autoridades políticas encarregadas de tomar as decisões", disse Wallström.

Como uma mostra que a mudança climática é uma prioridade para os europeus com idades entre 18 e 24 anos, a vice-presidente ressaltou que 65% deles acreditam que as diferentes iniciativas para o fenômeno poderiam ter um efeito positivo na economia da União Europeia (UE).

Na mesma linha, o vice-presidente executivo da "MTV", Antonio Campo, reforçou o objetivo é unir a diversão e a conscientização no seu próprio futuro.

O diretor musical espera que a ideia sirva motive alguns jovens a se tornarem embaixadores contra os impactos sociais, econômicos e ambientais da mudança climática.

O Executivo comunitário também lançou junto à "MTV" o projeto "Can You Hear Me Europe?" (Podes me ouvir, Europa?), para encorajar a participar dos jovens nas passadas eleições ao Parlamento Europeu (PE).

Wallström anunciou que a Comissão divulgará em breve os resultados da campanha que pretendia aproximar as instituições aos mais jovens.

Também se referiu à penúltima reunião preparatória da Conferência de Mudança Climática da ONU de Copenhague, realizada em Bangcoc.

Assim, lembrou que para conseguir um acordo em Copenhague para substituir o Protocolo de Kioto é "importante manter a pressão sobre os Estados Unidos".

Como positivo, destacou avanços, referindo-se ao Japão, que em recente reunião da ONU em Nova York elevou a oferta de reduzir as emissões de 8% a 25% abaixo dos níveis de 1990 nos próximos 19 anos.

    Leia tudo sobre: backstreet boys

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG