A presidente Michelle Bachelet convidou hoje os brasileiros a visitarem o Chile, apesar do grande número de casos de contágio pelo vírus da gripe A (H1N1) confirmados no país. Bachelet disse que a experiência no tratamento e prevenção da doença no Chile tem sido muito boa.

Ela destacou que, apesar de altamente contagiosa, a nova gripe não é tão grave e a maior parte das pessoas contaminadas em seu país apresentou sintomas leves e foi submetida a tratamento. "Em nosso país, estamos na fase final da epidemia e acreditamos que os brasileiros poderão viajar tranquilamente para o Chile para aproveitar a neve e as nossas belas paisagens. Esperamos encontrar todos vocês lá", convidou Bachelet, em entrevista coletiva concedida ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Lula, por sua vez, afirmou que a recomendação feita pelo ministro da Saúde, José Gomes Temporão, para que as pessoas evitassem viajar para a Argentina e para o Chile em razão da gripe era direcionada a pessoas com baixa imunidade, crianças com menos de dois anos e adultos com mais de sessenta anos. O presidente ressaltou que essa foi a única orientação dada por Temporão. "Em nenhum momento o Ministério da Saúde proibiu alguém de ir ao Chile", disse Lula.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.