Babá acusada de matar criança confessa que deixou menina cair de seu colo

RIO DE JANEIRO ¿ Em depoimento prestado nesta terça-feira ao titular da 54ª DP (Belford Roxo) José Mário Omina, a babá acusada de matar uma criança de dois anos, confessou que deixou Miriam Paulo da Silva cair de uma altura de 30 centímetros durante o banho. Ela negou ter agredido a menina.

Redação |

Acordo Ortográfico

Segundo informações do adjunto Franquis Dias, da 54ª DP, a babá disse que, após a queda, a criança não apresentou nenhum sinal de anormalidade. Posteriormente, Miriam se sentiu mal, ficando gelada e com os lábios roxos. A babá então procurou socorro, levando a menina a um posto médico. Entretanto, a vítima chegou ao local já sem vida.

Dias disse ainda que o exame necroscópico realizado em Miriam é inconclusivo, pois não há como afirmar a origem da ação contundente que levou a morte, que pode ser por agressão ou queda. O laudo indicou que a criança faleceu devido a uma hemorragia no fígado.

Agora, será feita uma consulta a um perito o Instituto Médico Legal (IML), para saber se uma queda da altura relatada pela babá é compatível com o tipo de lesão que levou a morte de Miriam, que foi enterrada neste domingo.

Os pais do bebê procuraram a polícia no sábado e foram ouvidos nesta segunda-feira.

Na sexta-feira, a babá já havia prestado depoimento, onde a exemplo desta terça-feira, negou ter agredido a criança. Ela se encontra em liberdade.

Veja também:

Leia mais sobre: violência contra crianças

    Leia tudo sobre: acidenteagressãobabácriançamortequedario de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG