Babá acusada de agredir criança é presa em PE

Pais gravaram vídeo em que a babá aparece jogando água no rosto do menino

iG São Paulo |

A babá Ângela Cristina de Souza, de 36 anos, foi presa na manhã desta quinta-feira após chegar à Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), em Recife. Ela é acusada de agredir o bebê, de sete meses, que cuidou de 1º de março a 22 de abril, em Igarassu, Pernambuco.Segundo a Polícia, ela chegou à delegacia por volta das 9h30, em companhia de dois advogados, e prestou novo depoimento.

iG São Paulo
A babá Cristina de Souza, de 36 anos, é presa após chegar à Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente, no Recife
"Apenas brincadeiras"

No último depoimento, Ângela disse que não tinha a intenção de machucar a criança e que suas atitudes eram "apenas brincadeiras". Com relação a tocar as partes íntimas do bebê, Ângela justificou seu comportamento e disse estar atendendo a uma recomendação do médico pediatra para passar uma pomada para evitar a cirurgia da fimose.

Os pais do bebê de sete meses, desconfiados da mudança de comportamento da criança, instalaram uma câmera em casa. As imagens mostram o momento em que Ângela joga água no rosto do menino, atira a criança no sofá e toca suas partes íntimas.

Se Ângela for condenada, ela pode pegar pena de 8 a 15 anos pelo crime de estupro de vulnerável (qualquer tipo de ato libidinoso contra menor) e até um ano por maus-tratos. A polícia aguarda o laudo pericial feito na criança para comprovar se houve agressão. Além da babá, os pais da criança já foram ouvidos pela polícia. Até sexta-feira, prestarão depoimentos os vizinhos, a cunhada da babá e o marido dela.

    Leia tudo sobre: babáPernambuco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG