Torre do farol da Barra é aberta à visitação em Salvador

Pela primeira vez, visitantes poderão conhecer maquinário ótico do século 19

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Thiago Guimarães/iG
Vista do farol da Barra, em Salvador

Marco turístico e histórico da Bahia, a torre do farol da Barra, em Salvador, foi aberta à visitação pública pela primeira vez nesta quarta-feira (18).

Turistas e moradores poderão conhecer de perto a estrutura interna do farol de 313 anos, com destaque para o motor elétrico e o jogo de lentes de cristal francesas de 1890 que permite a visualização da luz do farol a até 60 km de distância.

A abertura da torre à visitação, segundo o comandante André Ferreira, responsável pelo serviço de sinalização náutica do Leste (Bahia e Sergipe), foi um “presente da Marinha para Salvador e para o povo baiano”. Até então visitas eram permitidas apenas ao forte que abriga o farol, que inclui o Museu Náutico da Bahia.

Thiago Guimarães/iG
Jogo de lentes do farol da Barra

A estrutura passou por pequenas adaptações para receber o público, como a instalação de redes na parte externa da torre, de vista privilegiada para a Baía de Todos os Santos e o oceano Atlântico.

O farol da Barra é um dos 212 em funcionamento hoje no Brasil, dos quais 207 são operados e mantidos pela Marinha. É aceso diariamente ao entardecer, emitindo luz até as primeiras horas do dia.

Cerca de 80 degraus levam até a torre da estrutura, de 22 metros de altura, o equivalente a um edifício de sete andares. O local pode ser visitado de terça-feira a domingo, das 8h30 até o pôr-do-sol. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (estudantes e idosos).

Thiago Guimarães/iG
Turistas fazem fila para visitar o interior do farol

    Leia tudo sobre: salvadorfarol da barra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG