Sítio de Frans Krajcberg é assaltado pela quinta vez na Bahia

Durante a ação, os ladrões teriam apontado uma arma para o artista polonês de 90 anos, naturalizado brasileiro e radicado na Bahia

Thiago Guimarães, iG Bahia |

nullO sítio do artista plástico e ambientalista Frans Krajcberg em Nova Viçosa (906 km de Salvador), no extremo sul da Bahia, foi alvo de ladrões pela quinta vez nesta quinta-feira (14).

Ao menos três assaltantes invadiram a propriedade durante a noite e levaram uma TV de LCD, um aparelho de DVD portátil, uma máquina fotográfica, um celular, um receptor de antena parabólica, uma mala com roupas e objetos pessoais e uma quantia não revelada de dinheiro. Durante a ação, os ladrões teriam apontado uma arma para o artista polonês de 90 anos, naturalizado brasileiro e radicado na Bahia desde 1972.

Segundo a Polícia Civil, três assaltantes foram presos e todos os objetos roubados já foram recuperados. O primeiro a ser detido foi Dione Reis Sampaio, 24 anos, que registrava prisões anteriores por pequenos furtos e tinha um mandado de prisão em aberto por não pagar pensão alimentícia. Foi preso após furar um cerco policial em Mucuri, quase na divisa com o Espírito Santo. O suspeito e outros dois homens abandonaram o Civic em que estavam e fugiram em direção a uma plantação de eucaliptos – apenas Sampaio foi preso na ocasião. Com ele foram apreendidos ainda dois revólveres, uma pistola, uma faca de caça, uma touca e três pares de luvas.

Reprodução Google Maps
Nova Viçosa fica a 906 quilômetros de Salvador
A Polícia Militar informou que outros dois suspeitos, que seriam cúmplices do grupo que assaltou o sítio, foram presos nesta sexta-feira (15), após abordagens em “vários bairros” de Nova Viçosa. Luiz Paulo Batista das Neves, 23 anos, e Jarbas Ribeiro Filho, 41 anos, confirmaram, segundo a PM, participação em outros casos de roubos ao local.

O sítio de Krajcberg em Nova Viçosa também abriga o ateliê do artista e um museu ecológico com mais de 200 obras, como esculturas e fotos. O acervo não sofreu danos no assalto, de acordo com a polícia.

Em 2009, Krajcberg assinou um termo de doação de toda sua obra ao Estado da Bahia, a ser concretizada após sua morte. Em janeiro deste ano, após o quarto assalto à propriedade de Krajcberg, ícone mundial da causa ambiental, o governo da Bahia anunciou a abertura de licitação para contratar uma empresa de segurança privada para o sítio.

Segundo a Diretoria de Museus do Ipac (Instituto do Patrimônio Artístico Cultural) da Bahia, a contratação foi feita e dois vigilantes, com uma moto, fazem a segurança do local, bancada pelo Estado.

    Leia tudo sobre: Frans Krajcbergnova viçosabahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG