Polícia investiga sequestro e morte de estudante na Bahia

Polícia descarta hipótese de sequestro com o objetivo de resgate, pois nenhum telefonema foi feito aos pais da jovem

AE |

selo

A Polícia Civil da Bahia tenta esclarecer a morte da estudante Adriane de Melo de Jesus, de 16 anos. O corpo da jovem foi encontrado na quarta-feira, com uma marca de tiro, em um matagal junto à Colônia Boa União, no bairro de Vila Abrantes. A região faz parte da área rural de Camaçari, na região metropolitana de Salvador. 

Segundo a polícia, a adolescente foi sequestrada por volta das 20h30 de terça-feira, quando voltava da casa de uma amiga. Ela e o namorado, de 17 anos, foram abordados por ocupantes de um veículo que estavam armados e se identificaram como policiais. Segundo relato do rapaz, os supostos policiais obrigaram Adriane a entrar no carro e ordenaram que ele corresse.

O celular da vítima foi encontrado na Estrada do Coco, perto do local onde estava o corpo. Adriane cursava o 2º ano do colegial. Por enquanto, a polícia descarta hipótese de sequestro com o objetivo de resgate, pois nenhum telefonema foi feito aos pais da jovem. A família dela, segundo a polícia, leva uma via humilde.

    Leia tudo sobre: mortecrimebahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG