PM apreende 23 celulares e mil embalagens com drogas em presídio

Penitenciária Lemos Brito, em Salvador, é a mesma em que traficante mantinha TV de plasma e duas geladeiras

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Uma vistoria da Polícia Militar da Bahia realizada na quinta-feira (8) na penitenciária Lemos Brito, em Salvador, apreendeu 23 celulares e mais de mil embalagens de drogas.

Ao todo, a revista em apenas um módulo do presídio localizou 474 embalagens de maconha, 418 pedras de crack, 142 papelotes de cocaína, 23 aparelhos celulares, sete chips, três baterias, dois cartões de memória, 25 carregadores, sete facas artesanais, um facão, quatro cachimbos, um apito e uma barra de ferro. Dois presos foram flagrados com 21 pedras de crack e R$ 1.190 em dinheiro.

Considerada de segurança máxima, a penitenciária Lemos Brito é a mesma em que, em junho de 2008, uma operação localizou R$ 280 mil em notas de R$ 100 e R$ 50 embaixo da cama do traficante Genilson Lino da Silva, o “Perna”.

Na ocasião, descobriu-se que o traficante mantinha também em sua cela duas geladeiras, uma TV de plasma, aparelho de DVD, equipamentos de ginástica, mantimentos (como cerveja, chás e comida congelada) e uma cama de casal. O dinheiro aprendido, apontou a investigação, provinha de assaltos anteriores, exploração de jogos e de agiotagem no interior da unidade.

A chamada operação “Big Bang” terminou com a prisão de 26 pessoas e a transferência do traficante para o presídio federal de Catanduvas (PR), onde permanece até hoje.

    Leia tudo sobre: bahiavistoriapenitenciária lemos britodrogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG