PF prende 17 em Salvador em operação contra fraudes na Previdência

Operação identificou 500 benefícios irregulares e prejuízo de R$ 20 milhões aos cofres da União

Thiago Guimarães, iG Bahia |

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira, em Salvador e região metropolitana, operação para desarticular quadrilha acusada de fraudes contra a Previdência Social. Quatro servidores da Previdência e um funcionário da Caixa Econômica Federal estão entre os presos.

Ao todo, a Operação Nevasca busca cumprir 17 mandados de prisão e 21 de busca e apreensão. A investigação apontou indícios de inserção de vínculos falsos nos sistemas da Previdência, para concessão de benefícios como auxílio-doença e pensão por morte. Segundo a PF, na maioria das vezes a fraude se dava sem conhecimento dos supostos empregadores.

Leia mais notícias da Bahia

A PF rastreou cerca de 500 benefícios com indícios de irregularidades, que perfazem um prejuízo superior a R$ 20 milhões aos cofres públicos. Entre os presos na operação há ainda dois contadores. Houve também apreensão de documentos em escritórios de contabilidade e apreensão de bens como carros importados e uma casa no bairro nobre do Caminho das Árvores, na capital baiana.

Após serem ouvidos na sede da PF em Salvador, os presos devem ser indiciados por suspeita de estelionato, formação de quadrilha e corrupção ativa ou passiva. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

    Leia tudo sobre: fraudequadrilhaprevidência socialbahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG