Órgão de trânsito de Salvador inclui conto erótico em justificativa de multa

Texto apareceu em material enviado à Justiça para contestar recurso de motorista multado 14 vezes

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Um conto erótico integra a justificativa enviada à Justiça pela Transalvador (órgão municipal de trânsito de Salvador) para contestar uma ação movida por um motorista do município.

Intitulado “Da espionagem amorosa”, o texto aparece em meio a 300 páginas apresentadas pelo órgão para justificar multas aplicadas ao procurador do Estado Luiz Cláudio Guimarães, 50 anos, que entrara na Justiça em 2010 para contestar 14 multas aplicadas pela Transalvador.

O episódio foi revelado pelo jornal baiano “A Tarde”. O texto em questão conta a história de um marido adúltero, descrito como “cabra safado”, que “aproveitou um desses carnavais fora de época para a famosa prática do pulo à cerca”.

Para o procurador, que aciona a Transalvador em caráter pessoal, o erro denota “falta de zelo” e “descaso” do órgão municipal com a Justiça. “Tive uma surpresa ( ao notar a inclusão do texto ) porque não é da prática processual esse tipo de entulho acompanhar as peças”, disse à reportagem do iG .

Guimarães procurou a Justiça após não conseguir reverter 14 multas, relativas a três carros da família em seu nome e aplicadas desde 2007. Depositou R$ 1.500 em juízo e pediu apresentação de justificativas, medida determinada pelo juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública do município.

A Transalvador encaminhou a argumentação – com o conto erótico – em março deste ano, em ofício assinado pelo superintendente do órgão, Alberto Gordilho Filho. O procurador disse só ter percebido o erro do município neste mês, ao ser notificado pela Justiça para que se manifestasse na ação.

A Transalvador informou, por meio de assessoria, que apura como o conto erótico foi parar no meio da argumentação apresentada à Justiça. Disse que o erro não partiu do órgão e que pode ter sido cometido por um escritório de advocacia que presta serviços à instituição. Afirmou ainda que os responsáveis pelo equívoco serão punidos.

    Leia tudo sobre: conto eróticomultasSalvadortransalvador

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG