Na Bahia, detentos tentam esconder celulares em curativo gigante

Os presos voltaram do indulto de Dia das Mães com os aparelhos, mas não conseguiram passar pelo detector de metais

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Detentos de uma cadeia em Feira de Santana (117 km de Salvador) foram flagrados ao tentar ingressar na cadeia com celulares escondidos em falsos curativos.

Leia a cobertura do iG sobre a Bahia

Maílson Tavares dos Santos, 19 anos, e Leandro Lima Correia, 18 anos, voltaram do indulto do Dia das Mães no último dia 12. Chamaram a atenção de agentes penitenciários pelos grandes curativos nas costas, que acionaram o detector de metais da unidade.

Rápida revista revelou que os detentos carregavam cinco celulares e quatro carregadores para os aparelhos – um dos curativos tinha quatro aparelhos e ocupava todo o dorso de um dos presos. Os jovens cumprem pena por assalto.

Após o flagrante, os presos alegaram que usariam os aparelhos para pagar dívidas com outros detentos. “É mentira, iriam vendê-los para ganhar dinheiro”, disse o diretor do conjunto penal de Feira de Santana, Edmundo Dumet.

A tentativa frustrada deve render o adiamento da liberdade condicional dos presos – um deles deixaria a unidade ainda neste mês. O outro, em novembro deste ano. A unidade abriu sindicância para apurar os fatos, e a penalidade disciplinar de falta grave é o resultado mais provável. Relatório será então enviado à Justiça, que deve impor a regressão da pena dos detentos do regime semi-aberto para o fechado.

Veja abaixo como os celulares foram escondidos :

    Leia tudo sobre: celularpresofeira de santanapresídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG