Laudo incrimina motorista por mortes em evento infantil na Bahia

Segundo exames, motorista não acionou corretamente o freio de mão do caminhão estacionado. Quatro pessoas morreram durante festa

AE |

selo

Laudo elaborado pela Polícia Técnica baiana e divulgado na tarde desta quinta-feira informa que foi o motorista o responsável pelo atropelamento de 20 pessoas por um caminhão desgovernado em uma festa infantil realizada na Ilha de Itaparica , em 15 de outubro. Quatro pessoas, entre elas duas crianças de 7 anos e um adolescente de 14, morreram. 

O acidente: Caminhão atropela participantes de evento infantil na Bahia

Agência Estado
Caminhão desgovernado invadiu uma festa infantil na ilha de Itaparica (BA) e mata quatro

Segundo o documento, Carlos de Jesus Bahiense não acionou corretamente o freio de mão quando estacionou o veículo, nas proximidades de onde ocorreria a festa, na noite anterior ao evento. A falha teria feito com que as rodas do caminhão vencessem o calço colocado pelo próprio motorista para evitar que o veículo se movimentasse. O caminhão acabou descendo a rua, desgovernado, e atingindo as pessoas. 

Com o resultado, Bahiense deve ser indiciado por homicídio culposo, sem intenção, e por lesão corporal culposa.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG