Índios ocupam fazendas e mantêm ao menos 20 reféns no sul da Bahia

Cinco fazendas foram ocupadas na madrugada deste domingo e houve troca de tiros; índios dizem que as terras são indígenas

iG São Paulo |

Um grupo de índios ocupou na madrugada deste domingo cinco fazendas na cidade de Pau Brasil, sul da Bahia. Durante a ocupação, houve troca de tiros com os seguranças das fazendas e a polícia acredita que há feridos. Cerca de 20 pessoas são mantidas reféns.

Os índios pertencem à etnia Pataxó Hã Hã Hãe e afirmam que as terras onde hoje estão as fazendas são indígenas. O Supremo Tribunal Federal (STF) julga ação para definir se as terras são indígenas ou não. As fazendas possuem título e produzem cacau ou tem atividade pecuária.

No Acre: Número de índios mortos por suspeita de rotavírus é maior, diz conselho

Segundo o investigador Sagro Dantas Bonfim, da Polícia Cvil da cidade, cerca de 80 indígenas invadiram a primeira fazenda às 4h30. Houve troca de tiros com os seguranças da fazenda, mas os índios conseguiram entrar.

Mais notícias da Bahia

“Então, eles pegaram reféns nesta primeira fazenda e foram usando como escudo humano para invadir as demais áreas”, disse. “Agora, após invadirem as cinco fazendas, de 20 a 30 pessoas são mantidas reféns”, afirmou Bonfim.

O investigador disse que as informações vieram de dois reféns que conseguiram escapar. Agora, aguardam a chegada da Polícia Federal, responsável por intervir em questões que envolvem indígenas.

    Leia tudo sobre: índiosfazendasocupaçãotirossul da bahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG