Funcionários de juizado param atendimento para ir a festa interna

Caso em Salvador resultou em abertura de sindicância pela Corregedoria da Justiça

Thiago Guimarães, iG Bahia |

A Corregedoria-Geral da Justiça da Bahia abriu sindicância nesta quinta-feira (2) para apurar a atuação de funcionários de um juizado de Salvador que interromperam o atendimento ao público por cerca de meia hora para participar de uma festa interna.

Leia mais notícias sobre a Bahia

O caso ocorreu na manhã de terça-feira (31 de maio), no 2º Juizado Especial Cível de Defesa do Consumidor, no bairro de Brotas, na capital baiana. A paralisação foi flagrada por uma equipe do jornal “A Tarde”.

De acordo com a publicação, funcionários passaram pela recepção por volta das 10h40 com bolo e refrigerantes. Deixaram o balcão de atendimento sem justificativa ao público que esperava e só retornaram cerca de 30 minutos depois – uma atendente ainda carregava um copo de refrigerante.

O Tribunal de Justiça da Bahia informou que a corregedoria da instituição considerou o caso “grave”, por avaliar que “nossa função é atender o jurisdicionado com a máxima brevidade”.

“A Corregedoria do TJ-BA não compactua com o comportamento relatado e, por acreditar que por nosso cidadão merece e tem direito a um atendimento cada dia mais humanizado, se faz necessário imprimir investigação para se punir os responsáveis pela ação exposta”, informou a assessoria do tribunal.

    Leia tudo sobre: corregedoriajustiçasalvadorbahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG