Delegados são presos na Bahia acusados de corrupção

Policiais são acusados de promover ações contra infratores e criminosos e, em seguida, negociar a liberdade deles

AE |

selo

Os delegados de Monte Santo e Cansanção, municípios baianos a 367 e 346 quilômetros de Salvador, respectivamente, foram presos na manhã desta sexta-feira acusados de comandar um esquema de extorsão e corrupção.

Josevânio da Rocha Araújo e Carlos Roberto Botelho Vasconcelos, além de um soldado da Polícia Militar (PM) de Senhor do Bonfim, um escrivão, um advogado e um servidor municipal de Monte Santo foram detidos em cumprimento a mandados expedidos pela Justiça.

Segundo o delegado Felipe Nery, da 19.ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), que coordenou a operação, os acusados promoviam ações contra infratores e criminosos e, em seguida, negociavam a liberdade deles e a liberação de materiais apreendidos, como armas, veículos e drogas.

Além disso, indicavam o advogado supostamente participante do esquema, Alexandro Soares Andrade, ex-procurador de Cansanção, para defendê-los. Os detidos também são acusados de vazar informações sobre operações policiais de combate ao tráfico. Nas casas dos acusados foram apreendidos armas, munição, veículos com chassis adulterados, 50 aves silvestres e US$ 7 mil.

    Leia tudo sobre: bahiadelegadocorrupção

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG