Cabine do elevador Lacerda sofre pane e fica parada por 30 dias

O elevador, de 1873, conta com quatro cabines e liga as chamadas cidades Baixa e Alta da capital baiana

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Thiago Guimarães/iG
O Elevador Lacerda, um dos principais pontos turísticos de Salvador

Uma cabine do elevador Lacerda, um dos principais pontos turísticos de Salvador, sofreu pane elétrica na manhã desta quarta-feira (10) e ficará parada para conserto por ao menos 30 dias.

Leia também: Planos inclinados de Salvador sofrem com panes e descaso

O elevador, de 1873, conta com quatro cabines e liga as chamadas cidades Baixa e Alta da capital baiana ao custo de R$ 0,15 a viagem. A Transalvador, órgão da prefeitura responsável pelo equipamento, informou que a cabine estava vazia no momento da pane.

No último dia 6, reportagem do

iG

mostrou que os equipamentos que unem a Cidade Baixa à Cidade Alta de Salvador sofrem com

panes e interrupções constantes dos serviços

. Além do elevador Lacerda, há três planos inclinados, dos quais apenas um está funcionando atualmente.

Relatos de problemas no elevador Lacerda são frequentes. No último dia 29 de junho, outra ocorrência de pane elétrica no equipamento deixou dez passageiros presos por 15 minutos em uma das cabines. A prefeitura diz que os ascensores são antigos e demandam manutenção permanente.

Segundo a Transalvador, as três cabines do elevador que permanecerão em funcionamento atendem a demanda pelo serviço, pois o ascensor tem capacidade para transportar cerca de 50 mil passageiros ao dia, mas hoje registra uma procura inferior a 30 mil. O órgão informou que uma licitação para compra de aparelhos de ar-condicionado para o ascensor está em fase final, e que todas as cabines deverão estar climatizadas até o final de novembro.

    Leia tudo sobre: elevador lacerdasalvadorbahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG