Após sobreviver a queda de aeronave, mulher morre no hospital

Helicóptero caiu em Trancoso, na Bahia. Entre vítimas está Mariana Noleto, namorada do filho mais velho do governador do Rio

iG São Paulo |

Morreu na manhã deste sábado no Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães Fernanda, de 35 anos, a única sobrevivente da queda de um helicóptero Esquilo prefixo PR-OMO perto da praia de Itapororoca, no distrito de Trancoso, em Porto Seguro, sul da Bahia, por volta das 18h45 de sexta-feira. 

Fernanda é irmã de Jordana Kfuri Cavendish, que também morreu na queda da aeronave. Segundo as equipes de busca que auxiliam a Capitania dos Portos de Porto Seguro, três corpos dos sete ocupantes do helicóptero ainda estão desaparecidos, entre eles o de Mariana Noleto, namorada de Marco Antônio Cabral, filho do governador do Rio, Sérgio Cabral. Os outros são o do piloto e empresário Marcelo Almeida, sócio de um resort, e de Jordana.

Futurapress
Peça do helicóptero que caiu no mar em Trancoso, na Bahia, foi encontrado boiando no mar

A Força Aérea Brasileira (FAB) enviou equipes na manhã deste sábado para participar das buscas. Um helicóptero auxilia nos trabalhos e outra aeronave será utilizada para transportar os corpos das vítimas. Já a Marinha do Brasil, por meio do Comando do 2º Distrito Naval, enviou duas equipes da Agência da Capitania dos Portos, empregando duas embarcações.

Um deles é o Navio Patrulha Gravataí, que chegou na área na manhã deste sábado com a sua equipe de mergulhadores. O Navio Varredor Albardão, que possui equipamento sonar de varredura lateral (side-scan), está se dirigindo para a área do acidente, a fim de apoiar nas buscas para a localização da aeronave no fundo do mar.

As outras vítimas, cujos corpos já foram resgatados, são: Luca Kfuri de Magalhães, de 3 anos, Gabriel Kfuri, de aproximadamente 2 anos, e a babá deles, Norma Batista de Assunção. Os nomes das vítimas foram confirmadas pela Secretaria de Comunicação do Governo da Bahia.

Segundo o órgão, os corpos resgatados já passaram por necropsia e serão levados ainda neste sábado para o Rio de Janeiro. O filho do governador escapou pois iria no voo seguinte. Já Sérgio Cabral teria embarcado em um voo anterior.

A aeronave decolou do aeroporto da cidade com destino ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, na Fazenda Jacumã, ao norte da praia do Outeiro, ainda no distrito de Trancoso. Além do filho de Sérgio Cabral, o marido de Jordana, Fernando Cavendish, também não embarcou no helicóptero, pois já estava lotado. Chovia e havia neblina no momento do acidente, segundo as autoridades locais.

Um comunicado do governo da Bahia afirma que o governador Jaques Wagner, logo após a confirmação do acidente, ligou para Cabral para prestar sua solidariedade, colocando à disposição todo o pessoal e equipamentos necessários para agilizar as buscas na região. “Nesse momento de dor, toda minha solidariedade àqueles que perderam seus familiares e ao governador Sérgio Cabral. Tudo que podemos fazer para minimizar seus sofrimentos está sendo feito”, disse Wagner.

*Com AE

    Leia tudo sobre: acidentehelicópterobahiasérgio cabralrio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG