Acidente mata mais de 30 pessoas na Bahia

Choque entre ônibus, carreta e caminhão aconteceu na BR-116, entre Brejões e Milagres. Ônibus irregular transportava trabalhadores

iG São Paulo |

O ônibus envolvido em um acidente com um caminhão e uma carreta que deixou pelo menos 33 pessoas mortas na Bahia estava irregular, não tinha registro na Agência Nacional de Transportes Coletivos. Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal, o veículo já pertenceu a duas empresas e não tinha autorização para realizar o serviço de fretamento. Porém, uma liminar concedida por uma juíza de Brasília impedia os policiais rodoviários de multarem ou reterem ônibus sem esse registro.

O acidente aconteceu na madrugada de sábado no km 583 da rodovia BR-116, entre os municípios de Brejões e Milagres, a 270 quilômetros a oeste de Salvador. Treze feridos foram encaminhados para o hospital de Jequié, segundo a Polícia Rodoviária Federal.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal, o trecho onde ocorreu o acidente, conhecido como Serra dos Cem, é uma ladeira com três faixas de rolagem, duas para subir e uma em descida. Por volta das 2h o ônibus estaria ultrapassando um caminhão em local permitido quando o motorista da carreta, em sentido contrário, teria perdido o controle do veículo logo após fazer uma curva, atingindo o ônibus de frente.

O ônibus que bateu transportava trabalhadores rurais cortadores de cana-de-acúcar de Jateí, no Estado de Mato Grosso do Sul, para o município de Buíque, em Pernambuco. O veículo ficou destruído.

Reprodução/Google Maps
Acidente ocorreu na região de Milagres, a cerca de 240km de Salvador
Grandes acidentes no ano:
- Acidente deixa 27 mortos em Santa Catarina
- Doze pessoas morrem em acidente em MG
- SP: megaengavetamento com 300 veículos

Entre as vítimas estão os motoristas dos ônibus e de um dos caminhões, que ficaram feridos. Trinta e um corpos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica de Jequié e três estão no hospital da mesma cidade. Desses, 11 serão examinados no próprio município e os demais serão levados para o Instituto Médico Legal de Vitória da Conquista, onde a estrutura é maior.

Ainda de acordo com a assessoria de imprensa da PRF, a gravidade do acidente está dificultando a identificação dos corpos das vítimas. A Secretaria de Saúde do município de Buíque, destino dos trabalhadores, se comprometeu a fazer o transporte dos corpos para Pernambuco.

O acidente aconteceu por volta da 1h. Após o ocorrido, a pista foi interrompida no local, nos dois sentidos, para o atendimento das vítimas, realização de perícia técnica pela PRF e remoção dos veículos envolvidos. O tráfego foi liberado novamente às 9h20.

* Com informações da Agência Estado

    Leia tudo sobre: acidenteestradasBahia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG