Médica é suspeita de acidente que matou motociclistas em Salvador

Por Agência Estado |

compartilhe

Tamanho do texto

Relatos indicam que a médica e um dos ciclistas teriam discutido no trânsito depois de uma suposta fechada sobre a moto

Agência Estado

Dois irmãos, os estudantes Emanuelle e Emanuel Gomes Dias, de 23 e 22 anos, respectivamente, morreram, na manhã desta sexta-feira (11), após Emanuel perder o controle da moto na qual eles estavam e colidir contra um poste, na frente de um flat na orla do bairro de Ondina, em Salvador.

Conheça nova home do Último Segundo

Outro veículo, um utilitário esportivo dirigido pela oftalmologista Katia Vargas Leal Pereira, de 45 anos, também se envolveu no acidente e bateu na grade do flat poucos metros adiante. Com ferimentos leves, ela foi socorrida e levada para o Hospital Aliança, onde permanece internada.

Segundo testemunhas, as colisões foram propositalmente causadas por Katia. Relatos indicam que, por volta das 8 horas, ela e Emanuel teriam discutido no trânsito depois de uma suposta fechada do carro da médica sobre a moto dos irmãos.

Leia também: Onda de violência provoca mais de 30 mortes na Bahia em dois dias

Após a discussão, Katia teria perseguido a motocicleta e batido na traseira do veículo, lançando-o contra o poste. As vítimas morreram no local. Depois da colisão com a moto, a médica teria perdido o controle do próprio veículo, subido a calçada e atingido a grade do hotel em seguida.

A delegada Acácia Nunes, da 7ª Delegacia, onde o caso está sendo investigado, diz que ainda não é possível tirar conclusões. "Estamos tomando depoimentos de testemunhas e colhendo informações no local do acidente", afirma. De acordo com ela, foram solicitadas à Prefeitura as imagens das câmeras de monitoramento instaladas na região.

Leia tudo sobre: acidentemortessalvadorbahia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas